29.10.10

Porque Jesus representava todos os Homens

3 provas de que Jesus era judeu:
* Ele assumiu os negócios do pai dele.
* Ele viveu em casa até os 33 anos.
* Ele tinha certeza de que a mãe era virgem e sua mãe tinha certeza de
que Ele era Deus.

3 provas de que Jesus era irlandês:
* Ele nunca foi casado.
* Ele nunca teve emprego fixo.
* Seu último pedido foi uma bebida.

3 provas de que Jesus era portoriquenho:
* Seu primeiro nome era Jesus.
* Ele sempre teve problemas com a lei.
* Sua mãe não sabia quem era Seu pai.

3 provas de que Jesus era italiano:
* Ele falava com as mãos.
* Ele tomava vinho em todas as refeições.
* Ele trabalhou no comércio.

3 provas de que Jesus era californiano:
* Ele nunca cortou o cabelo.
* Ele só andava descalço.
* Ele inventou uma religião nova.

3 provas de que Jesus era francês:
* Ele nunca trocava de roupa.
* Ele só lavava os pés.
* Ele não falava ing! lês.

3 provas de que Jesus era brasileiro:
* Ele nunca tinha dinheiro.
* Ele vivia fazendo milagres.
* Ele só se ferrou na mão do governo.

4.10.10

A morte do senador

Um senador estava andando tranqüilamente quando é atropelado e morre.

     A alma dele chega ao Paraíso e dá de cara com São Pedro na entrada.

     -'Bem-vindo ao Paraíso!'; diz São Pedro

     - Antes que você entre, há um probleminha.

     Raramente vemos parlamentares por aqui, sabe, então não sabemos
bem o que  fazer com você.

     - 'Não vejo problema, é só me deixar entrar', diz o antigo  senador.

     - Eu bem que gostaria, mas tenho ordens superiores.

      Vamos fazer o seguinte:

     Você passa um dia no Inferno e um dia no Paraíso. Aí, pode
escolher onde quer passar a eternidade.

     - Não precisa, já resolvi. Quero ficar no Paraíso diz o senador.

     - Desculpe, mas temos as nossas regras.
     Assim, São Pedro o acompanha até o elevador e ele desce, desce,
desce até o  Inferno.

     A porta se abre e ele se vê no meio de um lindo campo de golfe.

     Ao fundo o clube onde estão todos os seus amigos e outros
políticos com os  quais havia trabalhado.

     Todos muito felizes em traje social.

     Ele é cumprimentado, abraçado e eles começam a falar sobre os
bons tempos em  que ficaram ricos às custas do povo.

     Jogam uma partida descontraída e depois comem lagosta e caviar.

     Quem também está presente é o diabo, um cara muito amigável que
passa o tempo todo dançando e contando piadas.

     Eles se divertem tanto que, antes que ele perceba, já é hora de ir embora.

     Todos se despedem dele com abraços e acenam enquanto o elevador sobe.

     Ele sobe, sobe, sobe e a porta se abre outra vez. São Pedro está
esperando por  ele.

     Agora é a vez de visitar o Paraíso.

     Ele passa 24 horas junto a um grupo de almas contentes que  andam
de nuvem em  nuvem, tocando harpas e cantando.

     Tudo vai muito bem e, antes que ele perceba, o dia se acaba e São
Pedro retorna.

     - E aí ? Você passou um dia no Inferno e um dia no Paraíso.

     Agora escolha a sua casa eterna. Ele pensa um minuto e responde:

     - Olha, eu nunca pensei .. O Paraíso é muito bom, mas eu acho que
vou ficar  melhor no Inferno.'

     Então São Pedro o leva de volta ao elevador e ele desce, desce,
desce até o  Inferno.

     A porta abre e ele se vê no meio de um enorme terreno baldio cheio de lixo.

     Ele vê todos os amigos com as roupas rasgadas e sujas catando o
entulho e colocando em sacos pretos.

     O diabo vai ao seu encontro e passa o braço pelo ombro do senador.

     - Não estou entendendo:

- gagueja o senador

- Ontem mesmo eu estive aqui  e havia um campo de golfe, um clube,
lagosta, caviar, e nós dançamos e nos divertimos o tempo todo. Agora
só vejo esse fim de mundo cheio de lixo e meus amigos arrasados!!!'

     O diabo olha pra ele, sorri ironicamente e diz:


-Ontem estávamos em campanha.
Agora, já conseguimos o seu voto...

3.10.10

Nacionalidade de Adão e Eva

Você sabe a nacionalidade de Adão e Eva?

Um alemão, um francês, um inglês e um brasileiro apreciam um quadro de
Adão e Eva no Paraíso.

O alemão comenta:
Olhem que perfeição de corpos: ela, esbelta e espigada; ele, com este
corpo atlético, os músculos perfilados.
Devem ser alemães...

Imediatamente, o francês contesta:
Não acredito. É evidente o erotismo que se desprende de ambas as
figuras: ela, tão feminina, ele, tão masculino! Sabem que em breve
chegará a tentação.
Devem ser franceses...

Movendo negativamente a cabeça, o inglês comenta:
Que nada! Notem a serenidade de seus rostos, a delicadeza da pose, a sobriedade
do gesto, só podem ser ingleses...

Depois de alguns segundos mais de contemplação silenciosa, o
brasileiro declara:

Não concordo. Olhem bem: eles não têm roupa, não têm sapatos, não têm casa
e só têm uma única maçã para comer. Mas não protestam! Não reclamam!
Não saem às ruas pra se rebelarem diante desta situação! Estão pensando em
sacanagem e ainda acreditam que estão no Paraíso...
Só podem ser brasileiros!

2.10.10

Futebol real

1. A BOLA
A bola pode ser qualquer coisa remotamente esférica. Até uma bola de futebol serve. No desespero, usa-se qualquer coisa que role, como uma pedra, uma lata vazia ou a merendeira do irmão menor.


2. O GOL

O gol pode ser feito com o que estiver à mão: tijolos, paralelepípedos, camisas emboladas, chinelos, os livros da escola e até o seu irmão menor.


3. O CAMPO

O campo pode ser só até o fio da calçada, calçada e rua, rua e a calçada do outro lado e, nos grandes clássicos, o quarteirão inteiro.


4. DURAÇÃO DO JOGO

O jogo normalmente vira 5 e termina 10, pode durar até a mãe do dono da bola chamar ou escurecer. Nos jogos noturnos, até alguém da vizinhança ameaçar chamar a polícia.


5. FORMAÇÃO DOS TIMES

Varia de 3 a 70 jogadores de cada lado. Ruim vai para o gol. Perneta joga na ponta, esquerda ou a direita, dependendo da perna que faltar. De óculos é meia-armador, para evitar os choques. Gordo é beque.


6. O JUIZ

Não tem juiz.


7. AS INTERRUPÇÕES

No futebol de rua, a partida só pode ser paralisada em 3 eventualidades:
a) Se a bola entrar por uma janela. Neste caso os jogadores devem esperar 10 minutos pela devolução voluntária da bola. Se isso não ocorrer, os jogadores devem designar voluntários para bater na porta da casa e solicitar a devolução, primeiro com bons modos e depois com
ameaças de depredação.
b) Quando passar na rua qualquer garota bonita.
c) Quando passarem veículos pesados. De ônibus para cima. - (Bicicletas e Fusquinhas podem ser chutados
junto com a bola e, se entrar, é Gol).

8. AS SUBSTITUIÇÕES

São permitidas substituições nos casos de:
a) Um jogador ser carregado para casa pela orelha para fazer lição.
b) Jogador que arrancou o tampão do dedão do pé. Porém, n estes casos, o mesmo acaba voltando a partida após utilizar aquela aguá santa da torneira do quintal de alguém.
c) Em caso de atropelamento.


9. AS PENALIDADES

A única falta prevista nas regras do futebol de rua é atirar o adversário dentro do bueiro.


10. A JUSTIÇA ESPORTIVA

Os casos de litígio serão resolvidos no braço, prevalece o mais forte ou quem pegar uma pedra antes.

14.9.10

Desenhos em 3D

Desenhos de Justin Beever

Esse cara continua a surpreender as pessoas com desenhos de giz em 3D sobre calçadas e leito de ruas. 
Difícil de acreditar que estes são desenhados em uma superfície lisa de calçada FLAT
















 

























 


Artista de rua ..... mais recentes criações
Edgar Mueller Super Artista




Grande Edgar Mueller Crevase. O trabalho duro: Juntamente com até cinco assistentes, Mueller pintadas durante todo o dia de sol a sol.
A imagem apareceu no Cais Oriente, em Dun Laoghaire, na Irlanda, como parte da cidade, o Festival das Culturas do Mundo.  





Ele passou cinco dias, trabalhando 12 horas por dia, para criar a imagem de 250 metros quadrados de fenda, que, visto do ângulo correto, parece ser 3D. Ele então convenceu os transeuntes para completar a ilusão, fingindo que o buraco era real.
"Eu queria jogar com pontos positivos e negativos para incentivar as pessoas a pensar duas vezes sobre tudo o que vêem", disse ele. "Foi uma cena muito assustador, mas quando as pessoas viram que tinham muito divertido jogar nele e fingir que caem na terra. "Eu gosto de pensar que, mais tarde, quando voltou para casa, eles podem refletir mais sobre o cenário era assustador e dizer:" Uau, isso foi realmente muito assustador. "